Quais suas chances de ter osteoporose?

Dra. Alexandra Manfredini 25 de março de 2013 Variedades 0     Imprimir Imprimir

osteoporose mulher

Não é por acaso que a osteoporose recebe a alcunha de doença silenciosa. Ela não dá sinal nem sintoma, é gradual e indolor. A primeira pista de seu desenvolvimento? A fratura.

Isso mesmo, uma fratura osteoporótica, que normalmente ocorre no quadril, no pulso ou na coluna vertebral. Esta última fratura traz um agravante, pois muitas vezes não causa dor nem é diagnosticada. Quando sentem algo, as pessoas reclamam de dores nas costas, sem desconfiar da causa real.

Os sinais mais comuns de fraturas na coluna vertebral são:

  1. Perda de altura;
  2. Desenvolvimento de curvatura das costas superior (às vezes chamado de corcunda de viúva).

E quem deve ficar mais atento ao problema?

Osteoporose e seus fatores de risco

Existem dois tipos de fatores que aumentam as chances de aparecimento da osteoporose. São eles:

  • Fatores não modificáveis: incluem sexo, menopausa, histórico familiar de osteoporose e idade. Embora não seja possível alterar esses aspectos, é possível tomar atitudes que protejam os ossos e reduzam a perda mineral óssea. Há também alguns medicamentos usados a longo prazo que podem afetar a estrutura óssea.
  • Fatores modificáveis: estão ligados ao estilo de vida, como fumo, alimentação inadequada, baixo peso, desnutrição, deficiência de vitamina D, consumo de bebida alcoólica e falta de atividade física. Todos esses fatores afetam diretamente a densidade mineral óssea.

Eu tenho um desses fatores! E agora?

Calma, não se desespere. Se você apresenta um ou mais fatores de risco para desenvolver a osteoporose, não significa que terá de fato a doença.

Porém, suas chances realmente são maiores. Por isso, recomenda-se estar sempre atento ao problema e fazer o possível, ou seja, transformar positivamente os fatores modificáveis!


Participe do Programa Emagrece, Pinda!

Compartilhe com seus amigos e vamos emagrecer juntos!

Quem escreveu

Dra. Alexandra Manfredini

Coordenadora do Programa Emagrece, Pinda.

Deixe seu Comentário