O impacto dos padrões sociais

Dra. Daniela Rodrigues 19 de fevereiro de 2013 Bem-estar 0     Imprimir Imprimir

Impacto Padrao

Quando passamos a nos cobrar em excesso devemos parar e refletir o porquê dessa falta de aceitação consigo mesmo.

O desejo em alcançar a perfeição pode ser perigoso, pois para nós seres humanos a imperfeição é totalmente normal e deveria ser aceitável também. Entretanto, a mídia e outros meios de comunicação parecem estar sempre querendo nos enquadrar em um padrão, seja ele econômico, de beleza, status, entre outros.

Logo quando crianças já podemos ver isso se manifestando, pois aprendemos que o bonito é bom e o feio é ruim, em decorrência disso, entendemos que devemos sempre estar agradável aos olhos dos outros pois somente o belo tem valor.

Para o mundo feminino o padrão estético tem um peso ainda maior, ou seja, sentimos o enorme desejo de sermos magras, enquanto que cada mulher tem um biótipo, e por isso e outros motivos é impossível termos o mesmo manequim. Então, muitas acabam sofrendo por não terem o corpo apresentado nas revistas de beleza e moda.

A mesma preocupação acontece com o visual, de estarem adequadamente vestidas, e maquiadas, conforme os padrões da moda. Em decorrência disso e outros inúmeros padrões que tentamos nos encaixar ao longo de nossa vida, vemos homens e mulheres frustrados, andando pelas ruas com a sensação de que falharam em algo em suas vidas.

Agora pensemos, porque devemos ser tão perfeitos? Não estamos pagando um preço muito caro para atingir esse padrão?

Nossa felicidade é valiosa demais para perdermos tempo com o que veio imposto de fora. Quando estamos realmente em contato com nosso íntimo sabemos o que nos trará uma felicidade real, e não algo para expor para terceiros.

As pessoas precisam pensar e se conectarem com elas próprias e descobrirem o que realmente as fazem felizes.

“A sociedade exige demasiado do ser humano, pede-nos uma perfeição que não nos é intrínseca e o que acontece é que, perante perdas, frustrações e sonhos destruídos o ser humano fraqueja e adoece, desistindo de si e do que o rodeia…”. (Inês Matos).


Participe do Programa Emagrece, Pinda!

Compartilhe com seus amigos e vamos emagrecer juntos!

Quem escreveu

Dra. Daniela Rodrigues

Formada em psicologia, pós-graduada em terapia cognitiva comportamental. Possui formação de brinquedista e organização de brinquedoteca.

Deixe seu Comentário