Gripe A H1N1 – Causa, sintomas e prevenção

Dra. Alexandra Manfredini 22 de maio de 2013 Variedades 0     Imprimir Imprimir

gripe h1n1

O frio chegou e com ele a preocupação com a gripe, principalmente a gripe A. Por isso, vamos relembrar a causa, os sintomas e os cuidados necessários para a prevenção que cada um de nós pode adotar.

A gripe A é uma doença respiratória causada pelo vírus H1N1, que é uma variação de vírus causadores de gripe em porcos. Em seres humanos ele se aloja nos pulmões, desenvolvendo uma pneumonia viral. Por ser um vírus novo, ainda não se tem certeza de como ele age, porém, a nova gripe parece afetar gravemente também pessoas com sistema imune mais forte. O principal risco associado a doença é uma inflamação severa dos pulmões, que pode levar à insuficiência respiratória.

É fácil confundir a Gripe A com uma gripe comum, já que os sintomas são bem parecidos: febre repentina, tosse, dor de cabeça, dores musculares e dores nas articulações. Existem, porém, algumas diferenças: a febre é de difícil controle e, geralmente, quem está com a nova gripe apresenta um quadro de desconforto respiratório. Algumas pessoas também relataram ter apresentado catarro, dor de garganta, náusea, vômito e diarréia forte.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgou recentemente quais pessoas poderiam ser consideradas como dentro do grupo de risco. São elas: idosos; crianças menores de dois anos; gestantes; pessoas com diabetes, doença cardíaca, pulmonar ou renal crônica, deficiência imunológica, com obesidade mórbida e, também, com alterações da hemoglobina, como anemia falciforme.

A pessoa com diabetes contaminada pelo vírus H1N1 tende a sofrer elevação importante da glicemia. O ideal é a medição dos índices glicêmicos várias vezes ao dia e procurar um endocrinologista para adequar o tratamento ao diabetes.

Para prevenir o contágio e proliferação da nova gripe, algumas medidas básicas de higiene podem ser adotadas. Hábitos como lavar bem as mãos, frequentemente, com água e sabão; evitar tocar os olhos; boca e nariz após contato com superfícies e locais públicos; não compartilhar objetos de uso pessoal; e cobrir a boca e o nariz com lenço descartável ao tossir ou espirrar, são alguns deles.

Outra forma de prevenção é através da vacina, procure um Centro de Saúde para mais informações e vamos prevenir, pois ainda é melhor do que remediar!


Participe do Programa Emagrece, Pinda!

Compartilhe com seus amigos e vamos emagrecer juntos!

Quem escreveu

Dra. Alexandra Manfredini

Coordenadora do Programa Emagrece, Pinda.

Deixe seu Comentário