Exercícios físicos na luta contra doenças cardiovasculares

Breno Rodrigues 8 de agosto de 2012 Atividade Física 0     Imprimir Imprimir

Doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no planeta, mais pessoas morrem por problemas relacionados ao coração do que qualquer outro motivo. Estima-se, segundo a Organização Mundial da Saúde, que tais mortes representaram 30% do total de óbitos do ano de 2008, dentre elas, aproximadamente 7,8 milhões de pessoas morreram por doenças cardíacas coronárias e 6,2 milhões por acidente vascular cerebral. É importante lembrar que estes números vêm crescendo anualmente.

O sedentarismo está entre os cincos principais fatores de risco para o coração. Portanto, está mais do que claro que o exercício físico é necessário para uma vida saudável.

De mocinho a vilão, os exercícios podem ser perigosos quando feitos sem um prévio exame médico, já que quando há complicações patológicas envolvidas, o educador físico deve encontrar o tipo, duração e intensidade de exercício particular para cada situação.

Devemos ficar atentos a alguns sinais de alerta, como o histórico familiar, quando houve casos na família de morte súbita, cansaço incomum, dores no peito, dores de cabeça, entre outros.

Para pessoas saudáveis, a pratica regular de trinta minutos de exercício, duas vezes por semana é o suficiente para tornar uma pessoa fisicamente ativa, porém esses números devem aumentar de forma progressiva para melhor prevenir doenças. A recomendação da OMS é que adultos saudáveis façam de 150 á 300 minutos de atividades físicas aeróbicas de moderada intensidade por semana ou de 75 á 150 minutos de exercícios intensos. É imprescindível dividir o total de exercícios durante a semana, podendo fazer de três á seis dias com a opção de mesclar intensidades baixa, moderada e alta.

O coração é um músculo, e como tal, fortalece quando é exercitado. Durante o esforço físico o coração trabalha mais forte e mais rápido para levar nutrientes até os músculos que precisam de suprimentos nutritivos, desta maneira o sistema circulatório também melhora, que por sua vez, facilita o transporte de nutrientes como as gorduras e a glicose para serem utilizadas como energia, afetando beneficamente todo o metabolismo, reduzindo colesterol, glicose no sangue e a pressão arterial.

Não há motivos para não fazer exercícios, as velhas desculpas como falta de dinheiro, tempo, cansaço, dores, idade, entre muitas outras, já estão ultrapassadas. Devemos sim economizar dinheiro com remédio, melhorar nossa disposição no dia-dia, diminuir incidência de dores articulares e ósseas e rejuvenescer com o bom e velho exercício físico.

A última dica é procurar uma ou mais modalidades que goste de praticar, em ambientes saudáveis e seguros e com profissionais capacitados para bem lhe orientar.


Participe do Programa Emagrece, Pinda!

Compartilhe com seus amigos e vamos emagrecer juntos!

Quem escreveu

Deixe seu Comentário