Ele é uma delícia, mas pode fazer mal a você!

Dra. Alexandra Manfredini 10 de fevereiro de 2014 Variedades 0     Imprimir Imprimir

ar condicionado emagrecepinda

Você sente o sol quente queimando sua pele e o que mais deseja naquele momento é se refrescar em um lugar com ar condicionado. A sensação de alívio que o ambiente climatizado traz é ótima, mas ela pode ter um preço.

Com a popularização do aparelho, surgiu uma doença batizada pelos especialistas em asma do ar condicionado. E se você pensa que o problema é a mudança de temperatura, é hora de mudar de ideia!

O maior risco do ar condicionado está na sua manutenção – ou melhor, na falta dela. As paredes dos tubos do aparelho têm alta concentração de ácaros, bactérias, fungos, vírus e transmissores de doenças. E podem acarretar ou agravar doenças pré-existentes como conjuntivites, problemas respiratórios como bronquite e rinite, além de outras reações alérgicas.

Os cílios (pelos) que revestem as paredes do sistema respiratório, encarregados de jogar para fora as impurezas que entram junto com o ar que respiramos, ficam paralisados por causa do ar condicionado. Com isso, os agentes causadores de problemas alérgicos permanecem livres no organismo para provocar doenças respiratórias.

O culpado não é o frio, como muita gente pensa. O ar quente exerce o mesmo efeito no nosso corpo. O problema com o ar-condicionado, além da manutenção, é que ele desidrata o ar e resseca o muco protetor que reveste as mucosas das vias aéreas. O ressecamento destrói anticorpos e enzimas que atacam germes invasores, predispondo as pessoas às infecções. Por isso não é indicado o uso prolongado do aparelho.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), de acordo com nosso médico Dr. Clóvis Cechinel, exige que os estabelecimentos que usam o sistema de ar condicionado central tenham o Plano de Manutenção Operacional e Controle (PMOC), que garante a pureza do ar.

Se você tem o aparelho em casa, fique atento aos seguintes pontos da manutenção:

  • Lave o filtro do ar condicionado com água corrente uma vez por mês;
  • Mande o aparelho para manutenção pelo menos uma vez por ano;
  • Se o aparelho fica em região praiana, o cuidado deve ser redobrado, já que a maresia pode acelerar processo de corrosão do aparelho.

Participe do Programa Emagrece, Pinda!

Compartilhe com seus amigos e vamos emagrecer juntos!

Quem escreveu

Dra. Alexandra Manfredini

Coordenadora do Programa Emagrece, Pinda.

Deixe seu Comentário