Criatividade na cozinha

Juliana Oliveira 10 de dezembro de 2013 Nutrição 0     Imprimir Imprimir

healthy foods are on the table in the kitchen

Mudar hábitos alimentares é uma tarefa difícil para quem busca eliminar peso e garantir uma vida mais saudável. No entanto, para que haja a reeducação alimentar, é preciso ser criativo na cozinha e buscar alternativas alimentares que vão fazer isso acontecer!

Mais saciedade comendo menos: a escolha dos alimentos certos na quantidade correta é o ideal, mas algumas pessoas podem ter dificuldades em se saciar após um prato leve e nutritivo.

Para não exagerar na quantidade dos alimentos é preciso aumentar os alimentos ricos em fibras na dieta, pois seguidas das proteínas, gorduras e carboidratos, são elas que vão garantir mais saciedade.

É indispensável o consumo de frutas, verduras, legumes e cereais na versão integral, como pães, massas, arroz, biscoitos, pois não sofrem processos de refinamento e contêm mais nutrientes e fibras na sua composição, isso faz com que o alimento tenha um maior tempo de digestão e absorção, aumentando a saciedade.

Varie a alimentação: é importante lembrar que cada alimento tem a sua particularidade, fornecendo diferentes nutrientes para o organismo, por isso é importante ter uma alimentação variada e balanceada, fazendo pratos coloridos e buscando novas preparações.

Dicas:

  • Ao invés do arroz integral todos os dias, alterne por arroz a grega, com brócolis, com quinua, com cenoura, com passas, arroz carreteiro, entre outras opções.
  • Troque o purê de batata, por purê de beterraba, batata doce, abóbora, mandioca.
  • Experimente variar o tipo de feijão como preto, branco, carioca, fradinho ou outra leguminosa, como lentilha ou grão de bico.
  • Varie sempre as verduras e legumes na dieta, bem como o tipo preparação, podendo se crus, refogados, cozidos. É importante sempre varias as cores também, pois terão diferentes benefícios.

Permita-se experimentar novos sabores: existem inúmeras formas para se preparar e consumir um mesmo alimento. Por exemplo, a cenoura, pode ser consumida cozida, refogada, crua, com arroz, saladas, sanduíches e também é possível realizar inúmeras preparações, como sopas, pães, bolos, quiches, suflês, sucos, purês, cookies e até mesmo cocadas.

Antes de dizer que não gosta de um determinado alimento, é preciso tentar consumi-lo de diversas maneiras. Nesse momento é preciso ser criativo e aprender a preparar alternativas interessantes que vão agradar e garantir ao corpo todos os benefícios vindos da alimentação!


Participe do Programa Emagrece, Pinda!

Compartilhe com seus amigos e vamos emagrecer juntos!

Quem escreveu

Juliana Oliveira

Graduada em Nutrição pela Universidade de Taubaté/2007, especialista em Nutrição Clínica pelo Instituto de Pesquisa do Hospital Albert Einstein/SP; especialista em Nutrição Esportiva pela Universidade Gama Filho/SP.

Deixe seu Comentário