Aproveite só a parte boa do colesterol!

Dra. Alexandra Manfredini 30 de abril de 2013 Variedades 0     Imprimir Imprimir

colesterol bom

De tanto que se fala mal dele, é como se o colesterol não tivesse utilidade alguma em nosso organismo. Mas isso não é verdade! O colesterol participa da produção dos hormônios sexuais, das membranas celulares e da camada isolante dos nervos.

Então, qual o motivo de fama tão ruim? A resposta é uma só: o excesso. Entenda melhor a questão!

Os dois lados da moeda

O colesterol desempenha importantes funções no organismo. Quer alguns exemplos? Ele tem papel fundamental na produção dos hormônios sexuais, das membranas celulares e da bainha de mielina, uma camada que isola os nervos.

Nem tudo, porém, é perfeito. Dentro de nosso corpo, o colesterol se divide em vários tipos de frações. Uma delas, a LDL-colesterol (sigla em inglês para proteínas de baixa densidade), é a conhecida como mau colesterol, que tende a se depositar nas artérias.

O oposto desta fração prejudicial é a HDL (proteínas de alta densidade), o bom colesterol, cuja principal função é varrer o colesterol ruim do organismo, levando-o para o fígado, onde é metabolizado e eliminado.

É muito importante adotar medidas para impedir o aumento de nossa taxa de colesterol. Quando há excesso desta substância no corpo, placas de gordura se acumulam nas artérias e dificultam a passagem do sangue, prejudicando a irrigação dos órgãos.

O enfarto e o derrame são as consequências mais comuns desse entupimento, e também as principais causas de morte.

Controle o colesterol com dez dicas!

1. O problema não atinge só os mais velhos: a partir dos 20 anos, faça exames para medir as taxas de colesterol e leve os resultados a um médico para analisá-los. O limite normal é até 200 mg/dl. Está tudo certo? Repita o procedimento daqui cinco anos.

2. Uma boa alimentação e a prática de exercícios físicos são fundamentais para controlar a taxa de colesterol do sangue. Às vezes tais medidas conseguem até reverter o quadro! Caso contrário, há remédios para ajudar nessa batalha, mas sempre com orientação médica.

3. Nada de excesso de peso! Os obesos têm duas vezes mais chances de desenvolver um distúrbio cardiovascular quando comparados a pessoas com peso normal. Perder quatro ou cinco quilos ajudar a reduzir o colesterol em até 30%!

4. As gorduras animais podem aumentar as taxas de colesterol. Procure orientação médica para rever o cardápio do dia a dia. Algumas dicas? Substitua a manteiga por óleos vegetais, de preferência azeite de oliva, e opte por leite desnatado. Lembre-se que as gorduras devem contribuir com no máximo 30% do total de calorias necessárias diárias.

5. Procure resistir àquela gordurinha aparente das carnes e prefira cortes magros da carne vermelha, como coxão mole ou patinho. Carne de peru e frango também são uma boa alternativa!

6. Não se esqueça do peixe! É um alimento excelente – melhor ainda se for de águas profundas (salmão, cavalinha, arenque). Estes peixes contêm ômega 3, um ácido graxo que ajuda a diminuir o mau colesterol.

7. Invista no leite desnatado ou na bebida à base de soja enriquecida com cálcio. Mas não deixe de incluí-los em sua alimentação: são fontes fundamentais de cálcio, que previne a osteoporose.

8. Como sempre, as fibras são de grande ajuda! Esses alimentos ajudam no controle do colesterol e no funcionamento do intestino. Estão presentes nos cereais integrais, frutas, verduras, legumes e farelos de aveia e de trigo.

9. Que tal se inspirar nos povos do mediterrâneo? Eles registram a taxa mais baixa de acidentes cardiovasculares de todo o mundo! Descubra os benefícios de uma dieta à base de frutas, cereais, verduras, hortaliças, massas, peixes, vinho, azeite de oliva e pouca carne vermelha. Tudo de bom!

10. Leia sempre a embalagem dos alimentos industrializados e observe a quantidade de gordura saturada. Elas podem aumentar sua taxa de colesterol.


Participe do Programa Emagrece, Pinda!

Compartilhe com seus amigos e vamos emagrecer juntos!

Quem escreveu

Dra. Alexandra Manfredini

Coordenadora do Programa Emagrece, Pinda.

Deixe seu Comentário