A água no organismo e a diarreia: saiba mais

Dra. Alexandra Manfredini 24 de junho de 2013 Variedades 0     Imprimir Imprimir

agua e diarreia

Muitas vezes seus sintomas são subestimados, mas a diarreia deve ser tratada com seriedade. Afinal, quando o organismo perde água em excesso, deve-se soar o alarme!

Mas, antes de saber mais sobre a diarreia, vamos compreender como funciona a absorção de água no intestino?

Água: necessidade no 1

Pelo intestino, circulam normalmente em torno de 9 litros de água por dia – tudo isso, sim! Porém, a maior parte é absorvida pelo corpo, e somente um máximo de 200 ml é eliminado com as fezes.

E de onde sai tanta água? A primeira fonte são os alimentos, as bebidas (leite e sucos) e a própria água consumidos. Isso chega a até 3 litros. O restante é produzido pelo aparelho digestivo: saliva, sucos digestivos (do estômago, pancreáticos e bile) e, por fim, a água liberada pelas mucosas intestinais.

É muita água e muito trabalho para manter tudo funcionando, pois com a reabsorção da água também se conservam os nutrientes responsáveis pela atividade de todas as células. Por isso, devemos tomar muito cuidado para evitar a desidratação e a diarreia, que é uma de suas principais causas.

O que define a diarreia?

Para começo de conversa, o termo diarreia só deve ser usado quando a quantidade de água nas fezes aumenta. O resultado é um maior volume de eliminação de matéria fecal por dia, sendo que o normal fica em torno de 200 g. Existem dois tipos de diarreia: a crônica, que dura mais de 3 semanas; e a aguda, definida pelo início súbito e duração média de 5 dias, mas podendo durar até 3 semanas.

São três as principais causas da diarreia aguda: vírus, bactérias ou parasitas no intestino. Logo, é de se esperar que a melhor maneira de prevenir esse mal seja manter a higiene pessoal, lavando sempre as mãos e tomando muito cuidado com a origem da água para beber, cozinhar e até escovar os dentes.

Dica!

Não misture as coisas: a vontade súbita de ir ao banheiro sem capacidade de segurar as fezes pode acontecer, e isso não significa que você está com diarreia, desde que a matéria eliminada tenha consistência normal!


Participe do Programa Emagrece, Pinda!

Compartilhe com seus amigos e vamos emagrecer juntos!

Quem escreveu

Dra. Alexandra Manfredini

Coordenadora do Programa Emagrece, Pinda.

Deixe seu Comentário